17 novembro 2005

Invasão fiscal

«Hoje, a seguir ao almoço, invadi um país. Um país pequenino, é certo, mas habitado e sujo. De manhã, nem sequer me estava a apetecer, mas com o caril e a cerveja deu-me cá uma vontade! Pode-se dizer que estava mesmo à rasca para invadir um país. Quando saí do restaurante, procurei nas redondezas um canto onde ninguém me visse. Esperei que passassem umas velhinhas, e entrei com as minhas tropas. Infelizmente, não pude deixar de ser visto por uma universitária, que muito se escandalizou. Caramba, já não se pode fazer tudo às escondidas.»
(António Pocinho, 1999, Os Pés Frios Dentro da Cabeça, Fenda, p. 25)

0 Comments:

Enviar um comentário

<< Home

Subscrever Enviar comentários [Atom]