20 junho 2008

Pronúncia do norte


Estes gajos são lixados. Tinham de aproveitar, fosse como fosse, para dar a ferroada no homem. É verdade que o tipo não sabe sair aos cruzamentos e encolhe-se quando é preciso ir com os punhos e com o corpo e com tudo. Mas eles, que até dizem que o golo é precedido de falta (não me parece que o toque seja suficiente), não puxam as orelhas nem ao Pepe, nem ao Ricardo Carvalho, nem ao fraquito do Paulo Ferreira, meninos que passaram pelo FCP, e que ou não estavam no sítio certo ou se limitaram a fingir que marcavam Ballack. Ricardo aqui foi só mais um, mas é sempre o mesmo a levar na tromba pelas derrotas. Então e o Petit e o Meireles e o Ronaldo? Por que é que não marcaram os adversários ou por que é que os seus inúmeros remates não acertaram na baliza?

Eu até nem queria escrever nada sobre o jogo, tão atravessado que fica pelo desperdício de uma oportunidade única de animar a malta – um bom grupo, bons jogadores, adversários em fases menos boas, apoio dos adeptos, confiança, etc. –, mas coisas destas acabam por chatear ainda mais. É mais injusto culpar desta forma um jogador que nem sequer foi o menos bom, do que ser afastado por uma equipa que estava ao alcance.

Ontem, a vitória da Alemanha foi mais do que justa.

Etiquetas: ,

0 Comments:

Enviar um comentário

<< Home

Subscrever Enviar comentários [Atom]