22 junho 2007

TGVtuga

Alguém dizia, numa dessas notícias sobre este novo megaprojecto, que os especialistas franceses e japoneses em alta-velocidade consideram que o TGV só é eficaz para distâncias superiores a 200Km entre paragens. Ora, se bem que a geografia não seja o melhor dos meus dons, entre Lisboa, Leiria, Aveiro e Porto não me parece que exista qualquer extensão com mais de 200Km, a menos que a linha, para além da derrapagem que já todos sabemos quem vai pagar, vá ter outros desvios?

Isto leva-me a outra questão, talvez adequada antes de se começar a decidir o que quer que seja: mas afinal para que (ou a quem) vai servir o TGV?

2 Comments:

Blogger Phil's Studio said...

Além dos desvios, esqueceste-te de outra hipótese:
Menos paragens... (já ouvi falar disso). Por exemplo, o AG de Aveiro, para ir de TGV até Lisboa, teria de se deslocar até ao Porto para iniciar a sua viagem.
Também será brilhante se assim for...

23/6/07 01:41  
Blogger Alvaro said...

Não, julgo que o projecto que foi apresentado fala em paragens em Lisboa, Ota (se houver aeroporto…), Leiria, Coimbra, Aveiro e Porto. Ou seja, é um TGV a andar devagarinho, pois quando atinge a alta velocidade tem de começar a travar para a próxima paragem…

O que não percebo e gostaria que me explicassem é como é que isto pode ser eficiente?

25/6/07 11:12  

Enviar um comentário

<< Home

Subscrever Enviar comentários [Atom]